sábado, 30 de outubro de 2010

Headhunter: um valioso aliado na busca por emprego

Confira valiosas lições para cultivar um bom relacionamento com esse profissional e aproveitar sua rede de contatos para conquistar a vaga dos seus sonhos

Caso esteja buscando um novo emprego, principalmente em posições no topo da pirâmide corporativa, manter contato com um headhunter pode ser valioso e útil. Normalmente esses consultores têm fácil acesso aos RHs e tomadores de decisões nas empresas. Para extrair o melhor desse relacionamento, confira as dicas a seguir.

1 - Os recrutadores trabalham para empresas e pessoas jurídicas e não para indivíduos ou pessoas físicas. Isso quer dizer que seu interesse e/ou tempo para assessorá-lo é relativamente baixo, mas, evidentemente, isso dependerá muito da pessoa a sua frente – há headhunters e headhunters. Seja qual for o caso, são consultores que normalmente possuem bons contatos e sabem onde estão as melhores posições em aberto. Por isso, vale a pena que você tenha um ou outro bom nome na sua lista de contatos!

2 - A forma mais pragmática de chegar ao headhunter é através do QI (Quem Indicou), ou seja, por meio da recomendação de um conhecido ou amigo em comum. Uma apresentação pessoal é mais eficaz.

3 - Ligue primeiro e depois envie seu currículo. Essa ordem pode variar de acordo com a preferência do próprio recrutador. O importante é ser objetivo e respeitar o seu tempo.

4 - O ideal é que os dois lados possam oferecer benefícios mútuos. Você quer o contato e ele quer bons candidatos. Caso saiba de uma posição na qual ele esteja trabalhando e você não se enquadre no perfil, sugira nomes (mas dos bons!) que possam ajudá-lo no seu projeto de procura. E se estiver ciente de uma empresa que esteja precisando dos serviços dele, melhor ainda. Essa troca vai motivá-lo a querer ajudá-lo também.

5 - Caso você consiga que ele receba seu CV, sugira um futuro contato pessoal, mas com elegância e sem demasiada insistência. Olho no olho é bem mais produtivo para suas pretensões, atuais e futuras.

6 - Não fique decepcionado caso nada aconteça, pois o recrutador não tem como função encontrar um emprego para você. Ele não lhe deve nada; mas se ele ajudar é porque você fez por merecer. Não é nada pessoal.

7 - Mantenha um contato saudável e cordial com seu headhunter. A demonstração de genuíno e mútuo interesse das partes é a forma ideal para que este relacionamento cresça e se consolide.

Boa sorte!

Autor: Robert Wong
Fonte: HSM On-line

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Insatisfação no trabalho

Muitas vezes os colaboradores ficam insatisfeitos nas funções que exercem ou nas atividades que estão exercendo, mas este tipo de sentimento possui dois lados, sendo um positivo e outro negativo.

O negativo é que com este sentimento de insatisfação, o colaborador criará um comportamento de omissão onde se "esconderá" atrás de outros para não assumir responsabilidades, tornando-se improdutivo, sem criatividade e desmotivado para aprender novas habilidades.

O lado positivo é que quando percebido pelo seu colega ou a liderança da área, fazendo com este individuo se localize dentro de sua função, vendo que não será exclusiva caso ele queria “brilhar” na empresa, sendo pró-ativo e desprendido de tal maneira que não se incomode quando retirado de sua zona de conforto, dizendo que ele é uma peça fundamental na empresa e que esta mesma empresa não o contratou para sanar os problemas financeiros dele e sim para resolver os problemas e melhorar o que já existe de bom nela, muito provavelmente ele reagirá positivamente na busca de seu melhor ,sentindo-se mais satisfeito. Com isso ele ganha e a empresa ganha.

Mas o que ocasiona estes comportamentos negativos e positivos?

São muitos motivos, então mencionarei alguns e vocês completaram com outros.

- O que motiva um colaborador não motivará o outro, por exemplo, um quer aumento de salário o outro apenas que ser reconhecido pelo algo diferenciado que realizou;

- Chamar atenção do colaborador na frente dos colegas ao em vês de fazer em local reservado;- Elogiar o colaborador em um local onde ninguém ficará sabendo, exemplo, banheiro;

- Realizar atividades bem feitas e nem um obrigado receber, mesmo sabendo que é sua obrigação, pois quando essa mesma atividade é realizada inadequadamente, com certeza ela será lembrada e criticada pela incompetência.;

Ao longo de quase dez anos de indústria ouvi uma frase que nunca mais esqueci de um autor desconhecido que dizia o seguinte:

“O melhores trabalhos ou atividades realizadas são aquelas que nunca são lembradas, pois elas não prejudicam o fluxo do processo” .


Com certeza esta frase tem muito a ver com a realidade, mas com o mercado mais exigente temos que enfatizar que para atividades não sejam lembradas as pessoas terão que ser dinâmicas e antecipar-se na soluções de possivéis problemas, assim distacando-se por suas capacidades e habilidades, então tais atividades nunca serão lembras como problemáticas e as pessoas sim pelos seus ótimos desempenhos.