terça-feira, 1 de setembro de 2009

A competência leva à incompetência

Promoções por mérito deixam as pessoas cada vez menos competentes – e prejudicam as empresas.
Fonte: Revista Super Interessante
Autor: Circe Bonatelli
Você já teve a impressão de que o seu chefe é um tonto? Talvez esteja certo. Pesquisadores italianos conseguiram provar matematicamente o que quase todo funcionário intuitivamente, já suspeitou: quanto mais as pessoas sobem na carreira, menos competentes se tornam.

Os cientistas criaram um software que simula o funcionamento de uma empresa onde reina a meritocracia – cada vez que um dos 160 empregados se aposenta, é substituído pelo melhor funcionário do departamento inferior. Mas isso acaba tendo um efeito ruim: depois de apenas 50 promoções, a competência total da empresa cai 25%. Este efeito acontece porque, de tanto ser promovidas, as pessoas acabam se afastando dos seus verdadeiros talentos e assumindo funções para as quais sua competência tende a ser menor (nada garante que um bom costureiro dê um bom gerente de loja, por exemplo). Solução? Reservar 50% das promoções para os piores empregados da empresa – porque eles, estatisticamente, têm mais chances de evoluir do que os funcionários bons.

“Nosso estudo vai criar um problema. Ninguém aceitaria perder uma promoção para um colega menos competente”, admite o sociólogo César Garofalo, da Universidade de Catania (800 quilômetros ao sul de Roma).

2 comentários:

patricia caram disse...

Com todo o respeito ao autor do texto, Sr. Circe Bonatelli e a sua pesquisa, eu discordo da conclusão da mesma. Não é a promoção por mérito em si que torna a pessoa menos competente e sim, a falta de conhecimento a respeito da habilidade daquele sujeito p/assumir a nova função. Concordo que nem sempre o bom costureiro, será um bom gerente de loja...Capacidade ele possui, sem dúvida! Porém habilidade é completamente diferente. Ele terá que ser treinado adequadamente para exercer a nova função e nem sempre o seu perfil ( cultura, personalidade e desejo) o tornarão competente para assumir a nova função. Muitas vezes você terá um empregado tecnicamente mediano, porém com habilidade para assumir funções mais complexas, tais como gerenciar pessoas. Antes de promover as pessoas, aquele Gerente ou Diretor responsável por esse papel, deverá estar preparado para desempenhar essa função e para isso é necessário conhecer bem o funcionário, suas qualidades, possibilidades e limitações. Afinal, essas são características que todos nós possuímos. Esse é o meu ponto de vista!! Abraços, Patricia Caram.

Flávio disse...

Estudo original no link: http://arxiv.org/abs/0907.0455